A Bela é Fera

 

O príncipe cavalga intrépido nas pradarias selvagens, buscando bela princesa aprisionada na sinistra torre de um dragão. Nobre valente, não teme atravessar florestas espinhosas ou pontes sobre lagos borbulhantes e adentra o sombrio castelo em ruínas.

Urge, no grande salão, o dragão vermelho de patas colossais a encarar o destemido de espada empunhada. O príncipe clama seu ataque, porém, uma lança prateada o atravessa e ele, entre velhos ossos e armaduras, míngua sem vida. 

A bela princesa, contente liberta, sorri graciosa espelhada no sangue, acaricia o silencioso dragão e aconchega-se em seu dorso.

Em outro reino distante, novo príncipe prepara-se. 

Tarsila de Andrade

Perpétua prisioneira do enigma: "as palavras me pertencem ou delas sou refém?"

2 comentários em “A Bela é Fera

  • Fevereiro 27, 2018 em 2:10 am
    Permalink

    Amei esta história, conta mais uma vai!

    Resposta
  • Março 1, 2018 em 2:05 pm
    Permalink

    Tarsila de Andrade, thanks so much for the post.Really thank you! Keep writing.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: